A descrição de uma obra, seja uma pintura, um texto literário, um filme e, porque não, um jogo, não é tarefa simples. Talvez seja impossível traduzir, com palavras e exatidão, as emoções provocadas pelas mais diferentes formas de expressão inventadas pelo homem. E “Shadow of the Colossus”, sucessor espiritual do aclamado “Ico”, é daquelas obras que torna ainda mais difícil a vida dos críticos. Porque jogos assim entram mais profundamente no terreno da arte.

http://bcis.pacificu.edu/journal/2005/07/images/colossus3.jpg

Continue Lendo >